quarta-feira, 13 de outubro de 2010

ALENDA DA BALEIA



A Lenda da Baleia
Dizem os mais velhos que debaixo da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no 
centro de Canguaretama RN, existiria uma baleia encantada. Esta baleia 
protegeria a imagem de Nossa Senhora da Conceição contra possíveis roubos, pois 
retornaria do seu sono no dia em que alguém tentasse levar a imagem para 
qualquer outro lugar.


Ao acordar, a baleia provocaria um imenso jorro de água que inundaria todo o 
vale em que se encontra a cidade de Canguaretama. A baleia protetora então 
trataria de abocanhar o ímpio em seu ato ilícito. De tão imensa que seria, não 
teria chance quem tentasse escapar de tal ousadia.


Alguns menos céticos afirmam que os transportes pesados ao passarem pelas ruas 
do centro da cidade machucam a baleia, que incomodada se mexe e seus movimentos 
fazem a terra tremer. Até o próprio patamar da igreja é mostrado como prova, 
pois continua rachado mesmo com todos reparos que são feitos periodicamente.


Se mesmo assim ainda ocorra de alguém não acreditar, só resta uma alternativa: o 
incrédulo deve entra sozinho na Igreja Matriz numa noite silenciosa e por o 
ouvido no Altar Mor para escutar o coração pulsante da baleia. Há quem diga que 
possa escutá-la a qualquer hora do dia, bastando encostar a orelha no patamar da 
igreja.


Dizem os mais velhos que debaixo da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no 
centro de Canguaretama RN, existiria uma baleia encantada. Esta baleia 
protegeria a imagem de Nossa Senhora da Conceição contra possíveis roubos, pois 
retornaria do seu sono no dia em que alguém tentasse levar a imagem para 
qualquer outro lugar.


Ao acordar, a baleia provocaria um imenso jorro de água que inundaria todo o 
vale em que se encontra a cidade de Canguaretama. A baleia protetora então 
trataria de abocanhar o ímpio em seu ato ilícito. De tão imensa que seria, não 
teria chance quem tentasse escapar de tal ousadia.


Alguns menos céticos afirmam que os transportes pesados ao passarem pelas ruas 
do centro da cidade machucam a baleia, que incomodada se mexe e seus movimentos 
fazem a terra tremer. Até o próprio patamar da igreja é mostrado como prova, 
pois continua rachado mesmo com todos reparos que são feitos periodicamente.


Se mesmo assim ainda ocorra de alguém não acreditar, só resta uma alternativa: o 
incrédulo deve entra sozinho na Igreja Matriz numa noite silenciosa e por o 
ouvido no Altar Mor para escutar o coração pulsante da baleia. Há quem diga que 
possa escutá-la a qualquer hora do dia, bastando encostar a orelha no patamar da 
igreja.

Site e Blogs Colaboradores